Rua Onze . Blog

Maio 25 2009

 

Durante o período Art Déco, o design da fábrica Boch Frères para os exemplares monocromáticos manteve uma característica predominante das peças cloisonné – a utilização do fundo craquelé.

 

Manteve ainda algumas características que remetiam para o aspecto clássico das peças orientais, como a forma (ilustrada acima) e a utilização de duas cores evocativas dessa influência – o azul celeste e o amarelo imperial.

 

 

No entanto, a diversificação das formas manteve inequívoca sintonia com o modernismo, como se verifica nos exemplos acima, em que o design apresenta flores estilizadas em relevo, sob o vidrado, e abaixo, onde a forma remete claramente para o geometrismo da Bauhaus e também para algumas das formas que certos historiadores de arte identificam, particularmente na variante norte-americana do estilo Art Déco, com a influência das civilizações e culturas pré-colombianas.

 

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 23:14

Maio 18 2009

Jarra Art Déco da fábrica Boch Frères, Bélgica, produzida cerca de 1927.

 

Tendo começado  a produzir cerâmica em 1748, em França, François Boch implantou uma fábrica no Luxemburgo, a partir de 1767. No século seguinte, em 1836, essa fábrica fundiu-se com uma outra de Nicolas Villeroy, dando origem à empresa Villeroy & Boch.  Afectada pela separação política e administrativa entre o Luxemburgo e a Bélgica, parte da família Boch implantou uma fábrica neste último país a partir de 1841. O local escolhido foi La Louvière, próximo da fronteira com o Luxemburgo, onde a fábrica se manteve até ao seu encerramento, já na segunda metade do século XX.

 

O nome Boch passou, assim, a ser partilhado por duas empresas – a fábrica Boch Frères / Keramis, na Bélgica, e a fábrica Villeroy & Boch, no Luxemburgo. Esta última empresa ainda se encontra em produção, embora a sua sede actual seja na Alemanha (http://www.villeroy-boch.com/).

 

Jarra Art Déco da fábrica Boch Frères, Bélgica, produzida cerca de 1927.

 

A fábrica Boch Frères produziu ao longo do século XIX, com sucesso comercial,  diversa loiça utilitária e decorativa, mas foi a partir do início do século XX, com a chegada de Charles Catteau (1880-1966), que a empresa atingiu a consagração, marcando o design contemporâneo no estilo Art Nouveau e, particularmente, no estilo Art Déco.

 

A produção de cerâmica decorativa diversificou-se então, quer no formato das peças quer na sua decoração, para acompanhar a época. Entre outras opções estéticas e técnicas, as peças passaram a apresentar desenhos pintados  a esmalte sob vidrado uniforme, esmalte escorrido sob o vidrado, esmalte mate com fundo negro (a exemplo da cerâmica holandesa Gouda), esmalte monocromático com fundo craquelé e, o que constituiu imagem de marca da fábrica durante o período Art Déco, esmalte cloisonné sobre fundo craquelé, representando animais ou flores estilizadas, a que correspondem os três exemplares reproduzidos.

 

Jarra Art Déco da fábrica Boch Frères, Bélgica, produzida cerca de 1938.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 17:22

Maio 11 2009

Jarra Arts & Crafts da fábrica Rookwood, E.U.A., datada de 1916.

 

O craquelé é uma característica da cerâmica em faiança vidrada que indicia envelhecimento das peças.

 

Este aspecto estalado da superfície cerâmica deve-se à reacção desigual da pasta de faiança e do vidrado às subtis dilatações e contracções, causadas pelas variações térmicas e atmosféricas, que o corpo cerâmico vai sofrendo ao longo da sua existência. No entanto, tal reacção não se verifica nem na pasta de grés nem na pasta de porcelana.

 

O aspecto estalado do vidrado, mate ou brilhante, pode contudo ser induzido artificialmente. Durante o período Art Déco, evocando o glamour das antigas peças orientais, várias fábricas recorreram a esse processo com intenções decorativas, sendo algumas das mais conhecidas as fábricas Longwy, em França, e Boch Frères / Keramis, na Bélgica.

 

Este exemplar Rookwood evidencia um craquelé que se foi desenvolvendo ao longo das décadas, enquanto o exemplar BFK ilustra um craquelé intencional, de origem, que foi sublinhado pela inclusão de um líquido escurecido nas fracturas do vidrado.

 

Jarra Art Déco da fábrica Boch Frères, Bélgica, produzida cerca de 1924.

Design de Charles Catteau (1880-1966).

 

© Rua Onze . Blog


Aki ó-matsu Hito ó-mayowasu Momiji-kana!...
mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


blogs SAPO