Rua Onze . Blog

Agosto 30 2009

 

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 23:12

Agosto 30 2009

 

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

 

publicado por blogdaruanove às 19:37

Agosto 30 2009

 

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 15:34

Agosto 30 2009

 

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 11:49

Agosto 29 2009

 

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 23:38

Agosto 29 2009

 

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 20:16

Agosto 29 2009

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 16:37

Agosto 29 2009

 

British propaganda postcard, with captions in English, Spanish and Portuguese, published in 1941.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 12:41

Maio 08 2009

Cigarreira em madeira torneada e marfim, da década de 1930.

Moçambique (?), via Angola.

 

Embora predomine a ideia de que, nas antigas colónias portuguesas, a produção de artesano africano para consumo urbano apenas atingiu grandes proporções nas décadas de 1960 e 1970, a verdade é que essa produção já era significativa nas décadas de 1920 e 1930.

 

O interesse manifestado por escultores e pintores modernistas, entre estes particularmente os cubistas, pela arte africana levou a uma intensa procura destes objectos no início do século XX.

 

Com o advento da era do Jazz este interesse consolidou-se, passando diversos objectos de artes decorativas e de uso quotidiano a serem produzidos, total ou parcialmente, em África para o consumo de europeus e norte-americanos.

 

O estilo Art Déco recorreu com frequência a esta fonte de matérias-primas provenientes das colónias africanas administradas por países europeus, desenvolvendo diversas peças que incluíam madeiras exóticas, marfim, ovos de avestruz, peles de cobra, crocodilo, girafa, leopardo, tubarão e zebra, num crescendo que atingiu o seu auge durante as inúmeras exposições coloniais da década de 1930.

 

As peças mais acessíveis e populares eram, contudo, aquelas que apresentavam madeiras exóticas trabalhadas em torno mecânico, com frequente inclusão de marfim.

 

© Rua Onze . Blog


Aki ó-matsu Hito ó-mayowasu Momiji-kana!...
mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


subscrever feeds
blogs SAPO