Rua Onze . Blog

Outubro 13 2009

 

Francisco Marto (1908-1919).

 

Estampas impressas em 1943 (acima) e 1958.

 

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 13:13

Outubro 13 2009

 

Jacinta Marto (1910-1920).

 

Estampa impressa em 1958.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 10:13

Setembro 27 2009

 

Medalha de primeiro prémio numa classe da IX Volta a Portugal em Automóvel, organizada em Fevereiro de 1958 pelo Clube 100 à Hora (fundado em 1935).

 

 

© Rua Onze . Blog


Setembro 14 2009

 

Fundada em 1862, na Dinamarca, a fábrica Aluminia dedicou-se desde início à produção de peças em faiança. A sua rápida consolidação comercial e financeira permitiu-lhe adquirir em 1882 a célebre fábrica de porcelana Royal Copenhagen, que havia sido fundada em 1775.

 

Na transição para o século XX a porcelana assinada Royal Copenhagen, de alta qualidade técnica e estética, deixou na sombra a produção em faiança, que apenas se veio a projectar no mercado internacional da loiça decorativa a partir de meados desse século.

 

Nas décadas de 1930 e 1940, a faiança veio a destacar-se devido ao design modernista combinado com a técnica de vidrado mate conhecido como vellum, que concedia às peças uma suavidade ao tacto e uma translucidez semelhante a um fino véu (palavra, como é óbvio, derivada do Latim vellum).

 

Esta técnica de vitrificação, que se manteve em produção até à década de 1950 e está ilustrada acima numa peça de 1958, havia já sido utilizada anteriormente em diversas outras fábricas, como a Gustafsberg, na Suécia, e a Rookwood, nos E.U.A.

 

Numa época de transição, durante as décadas de 1950 e 1960, continuaram a produzir-se peças de grande qualidade técnica, embora com design mais conservador e regresso ao vidrado brilhante, como se pode constatar na peça ilustrada abaixo.

 

Já em plena década de 1960, o grande êxito esteve ligado às peças da série Baca e Tenera, que apresentam designs contemporâneos assinados e assumem a desinação "Fajance" em conjunto com a marca Royal Copenhagen.

 

A designação Royal Copenhagen veio a ser adoptada para toda a produção da fábrica a partir de 1969. Em 1987 a companhia adquiriu a famosa fábrica dinamarquesa Bing & Grøndahl. Poder-se-á obter informação institucional sobre a actual empresa e a produção da fábrica Royal Copenhagen em: http://www.royalcopenhagen.com/.

 

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 16:41

Junho 26 2009

 

Folheto distribuído com o livro Estrelas na Noite Escura (1958), de Eduardo Teófilo (1923-1980).

 

Para uma pequena nota sobre as publicações Imbondeiro consulte http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/235179.html; para referência a uma obra de Eduardo Teófilo http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/323638.html; e para referência a uma obra de Garibaldino de Andrade (1914-1970) http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/249971.html.

 

© Rua Onze . Blog


Fevereiro 12 2009

 

Compilação de contos intitulada Divórcio (1958), da autoria de Lu Sin (pseudónimo de Tchou Chu Jen, 1881-1936).

Capa realizada sob a direcção gráfica de António de Macedo (n. 1931) e tradução efectuada por Manuel de Seabra (n. 1932).

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 20:28

Fevereiro 05 2009

 

Uma Aventura Inquietante, de José Rodrigues Miguéis (1901-1980).

Ilustrações de Infante do Carmo (datas desconhecidas) para a primeira edição (Dezembro de 1958, de acordo com o cólofon, 1959 de acordo com outras referências), abaixo, e de Luís Filipe de Abreu (n. 1935) para a segunda edição (Dezembro de 1963), acima.

 

Na contracapa da segunda edição publica-se o extracto de uma opinião de Jorge de Sena (1919-1978) sobre a obra:

"Uma meditação sobre a liberdade... páginas inolvidáveis de evocação e caracterização, de justeza e gosto descritivo"

 

 

© Rua Onze . Blog


Aki ó-matsu Hito ó-mayowasu Momiji-kana!...
mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


subscrever feeds
blogs SAPO