Rua Onze . Blog

Dezembro 24 2009

 

Laura [Nogueira] Costa (activa 1920-1950), bilhete postal emitido pelos CTT na década de 1940.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 11:04

Dezembro 22 2009

 

Mostruário de bijutaria em vidro. Meados do século XX.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 15:20

Dezembro 22 2009

 

TAORMINA (Sizilien)   Blütenpracht

Fotografia da série Sizilien - Taormina (série 37), publicada pela casa C. M. & S.

Dimensões: 9,2 x 7,2 cm.

Primeira metade do século XX (provavelmente, década de 1920 ou 1930).

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 13:07

Dezembro 21 2009

Conjunto de pires e chávena em porcelana desenhado por Maarten Vrolijk (n. 1966) na década de 1990.

 

Fundada na Alemanha em 1879, como um estúdio de pintura em cerâmica, a fábrica Rosenthal apenas começou a produzir a sua própria pasta de porcelana em 1891.

 

A qualidade do seu design ficou consolidada, e atingiu consagração internacional, com a criação em 1903 do formato Botticelli, para um serviço de mesa. Ícone do Jugendstil (designação que significa literalmente estilo novo e corresponde à expressão francesa Art Nouveau), este formato foi acompanhado de um outro, Donatello, que se revelou um sucesso ainda maior e foi amplamente reproduzido por inúmeras fábricas, entre as quais a Vista Alegre.

 

 

Conjunto de chávena e pires em porcelana desenhado por Lino Sabattini (n. 1925) na década de 1990.

 

Desenvolvendo ao longo da primeira metade do século XX uma vasta gama de peças de notável valor estético, quer em serviços de mesa quer em peças decorativas, foi contudo no final da década de 1950 que a fábrica deu um passo decisivo para hoje ter a sua produção cerâmica reconhecida como um paradigma incontornável do design contemporâneo e de vanguarda.

 

Esse passo resultou na criação, em 1961, de uma série de peças agrupadas sob a designação Rosenthal studio-linie, sinónimo do empenho da administração no contínuo desenvolvimento de linhas contemporâneas que pudessem contribuir para maior projecção da empresa.

 

Tal empenho num design, estética e funcionalmente, inovador é ainda hoje uma das suas imagens de marca e uma das razões da sua consagração. Para mais informações sobre a empresa e a sua produção cf. http://www.rosenthal.de/.

 

Mostruário de cores a alto fogo para serviços de hotelaria.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 23:59

Dezembro 21 2009

 

VIDAGO - PORTUGAL   FONTE N.º 2 EM LABORAÇÃO

Bilhete postal da década de 1910.

Emissão de editor não identificado.

 

Este postal integra uma caderneta de 12 postais com o título Vidago / Portugal impresso numa capa de cartolina vermelha.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 19:00

Dezembro 21 2009

 

Capa de autor não identificado para o romance The Professor of Desire (1977), de Philip Roth (n. 1933).

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 12:08

Dezembro 21 2009

 

Mostruário de bijutaria em vidro. Meados do século XX.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 08:50

Dezembro 14 2009

 

Bilhete postal de autor desconhecido (Américo Amarelhe?, 1892-1946) editado por "RF", Lisboa, na década de 1930, com a seguinte dedicatória e quadras ao gosto popular dactilografadas no verso: 

 

"Ao Companheiro da

 vida barata:

 

Essa fera do imposto,

A quem chamam Silveirinha,

Tem mais cabelos no rôsto

Do que pêlos tem na pinha.

 

...Que não se medem aos palmos

lá diz o velho ditado,

porisso [sic] êle é dos mais calmos,

quando o caso é complicado.

 

Grande fera o nosso Chico

No imposto é uma bisca...

mas quando êle tira o quico

tira metade da vista.

 

Quando êle vai ao Baeta,

Entra lhano e galhofeiro:

- Mas tudo vai pr'ó maneta

quando lhe diz o Barbeiro:

 

Sr. Silveira, eis o busis [sic],

Enquanto ao seu penteado:

Quere franjinha à Beatriz,

Ou faço risquinha ao lado?"

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 20:38

Dezembro 14 2009

 

FARO – Jardim da praça

Bilhete postal do início do século XX.

Edição de Alberto Malva - Rua da Madalena, 23 - Lisboa.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 19:00

Dezembro 14 2009

 

Fotografia autografada da actriz  Beatriz Costa (1907-1996), com os seguintes carimbos no verso:

 

"O produto da venda deste postal / reverte a favôr do actor MÂRIO [sic] / CAMPOS [1888-?], inválido pela cegueira." (a vermelho)

 

"FOTOGRAFIA BRASIL / SILVA NOGUEIRA / Rua da Escola Politecnica [sic], 141 / Lisboa" (a azul)

 

De acordo com a obra Beatriz Costa, Álbum de Retratos (2007), que reproduz uma outra cópia desta imagem, a fotografia data de 1937.

 

© Rua Onze . Blog


Aki ó-matsu Hito ó-mayowasu Momiji-kana!...
mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16
17
18
19

20
23
26

27


subscrever feeds
blogs SAPO