Rua Onze . Blog

Agosto 03 2009

 

Os almanaques de princípio do século XX popularizaram as charadas, numa versão deste passatempo que combinava texto e imagem. Em Portugal, almanaques anuais como aqueles que eram publicados pelas editoras Aillaud & Lello e Bertrand reforçaram esta tradição, a qual foi também divulgada e consolidada por diversas revistas, como a ABC, Civilização, Ilustração Ilustração Portuguesa, e se manteve bem enraizada até meados do século.

 

Na década de 1920 o jornal Diário de Notícias adaptou esta tradição aos concursos Terras de Portugal que, como seria de esperar, rapidamente conquistaram o público e atraíram novos leitores.

 

As ilustrações apresentadas foram expressamente criadas para esta iniciativa do DN, sendo algumas delas assinadas por A. Diniz (datas desconhecidas) e Alfredo de Moraes (1872-1971). Não se limitando às cidades e vilas do Continente, surgiram nas suas duas edições várias localidades dos Açores e da Madeira. Curiosamente, muitas da ilustrações insistiam na representação de automóveis em primeiro plano, o que, nalguns casos, servia para uma clara promoção publicitária da empresa FIAT. 

 

Retomando a tradição destes passatempos, reproduzir-se-ão, a partir de hoje e ao longo das próximas semanas, as quarenta charadas ilustradas da segunda edição do concurso, que decorreu durante o ano de 1925.

 

A chave de cada charada será divulgada apenas depois de reproduzidas todas as ilustrações, mas entretanto irão sendo publicadas, sem comentários, todas as colaborações sugerindo a identificação de cada uma das localidades.

 

© Rua Onze . Blog

publicado por blogdaruanove às 09:04

Aki ó-matsu Hito ó-mayowasu Momiji-kana!...
mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Visitas
blogs SAPO